HomenoticiasKolkata College sinaliza falha de comunicação após professor renunciar por causa do...

Kolkata College sinaliza falha de comunicação após professor renunciar por causa do hijab

A professora disse que pediu demissão depois que a faculdade pediu que ela parasse de usar hijab. (Representativo)

Calcutá:

Uma professora de uma faculdade de direito privada afiliada à Universidade de Calcutá pediu demissão e parou de frequentar as aulas depois que as autoridades do instituto supostamente solicitaram que ela se abstivesse de usar hijab no local de trabalho.

No entanto, quando o assunto se tornou público e provocou alvoroço, as autoridades do colégio alegaram que era resultado de uma falha de comunicação e que ela regressaria no dia 11 de junho, após retirar a sua demissão.

Sanjida Qadar, professora da LJD Law College nos últimos três anos, renunciou em 5 de junho, após alegações de que as autoridades da faculdade a haviam instruído a não usar hijab no local de trabalho depois de 31 de maio.

“O decreto do corpo diretivo da faculdade ofendeu meus valores e sentimentos religiosos”, disse ela.

Sanjida usava lenço na cabeça no local de trabalho desde março-abril, e o problema aparentemente aumentou na semana passada.

No entanto, depois de a sua demissão se ter tornado pública, as autoridades universitárias contactaram-na e insistiram que se tratava apenas de um problema de comunicação, esclarecendo que nunca a tinham proibido de cobrir a cabeça com roupas durante o horário de trabalho, disseram as fontes.

“Recebi um e-mail do escritório na segunda-feira. Vou analisar meus próximos passos e depois decidir. Mas não vou para a faculdade na terça”, disse ela.

O e-mail informava que de acordo com o código de vestimenta de todos os docentes, que é revisado e avaliado periodicamente, ela era livre para usar dupatta ou lenço para cobrir a cabeça durante as aulas.

O presidente do corpo diretivo da faculdade, Gopal Das, disse ao PTI: “Não houve nenhuma diretriz ou proibição, e as autoridades da faculdade respeitam os sentimentos religiosos de todas as partes interessadas. Ela retomará as aulas a partir de terça-feira. Não há mal-entendidos. Tivemos discussões prolongadas com ela. O os desenvolvimentos iniciais foram o resultado de alguma falha de comunicação”, insistiu.

(Exceto a manchete, esta história não foi editada pela equipe da NDTV e é publicada a partir de um feed distribuído.)

Fornte

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Recent Comments